Plebe Rude

Mais raiva do que medo (1992)
Artist
Track title
Listen
Mais raiva do que medo
1 - Não Nos Diz Nada
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Não Nos Diz Nada
Música e Letra: ---
Letra

Invadindo a nossa sala de jantar
Pela tv eu posso ver mais sem estar lá
Mas não, não me diz respeito

Chego mais perto tão incerto da razão
Sem imaginar como ajudar estendo a mão
Mudo de canal, eu sou igual a você

A tecnologia, mais o sangue frio
Trazem para dentro do seu lar

Não adianta mudar o canal
Vai ficar na consciência
O grito de clemência
Sabe porquê?

É você quem vira as costas, a cara fingindo não ver

Era de aquário, era da razão
Mas no sentido contrário da evolução
Ainda estamos

O trio de misericórdia estende a mão
Mudamos de canal mas não de opinião
Não nos diz respeito

Não nos diz nada

A tecnologia, mais o sangue frio
Trazem a cores o jornal

Portas estão trancadas
Mas entra pela consciência
O grito de clemência
Sabe porquê?

É você quem vira as costas, as cara fingindo não ver

História

---

Mais raiva do que medo
10 - Ação, Solidão, Adeus
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Ação, Solidão, Adeus
Música e Letra: ---
Letra

Passagem só de ida
aonde está você?
Isto é uma despedida
aonde está você?

Nem sei pra aonde eu vou
mas desta vez não vou me atrasar

Ja está no fim do dia
aonde está você?
Pontieros se aproximam
esperar porquê?

Quando a poeira assentar,
Olhe bem, não estarei mais lá

Sempre em ação, solidão, adeus

Já estamos de saída
deu pra perceber?
Se eu tivesse uma outra vida
traria você

Deixe a ressaca passar
Quem sabe um dia eu vou voltar

História

---

Mais raiva do que medo
9 - Exceção da Regra
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Exceção da Regra
Música: Philippe Seabra / Letra: Philippe Seabra e André X
Letra

Eterna vigilância
Controle correção
julgado por ser inocente
punido por ser exceção

Padres, pais e professores
polícia, instituição
fiscais do inconsciente
rivais de toda exceção

Mas não há nada errado a não ser
o que chamam de certo

Nosso instinto ainda tem razão
quebre a regra pela exceção
e mude o seu destino agora, agora...

Eterna vigilância
Controle correção
julgado por ser inocente
punido só por ter razão

Mas não há nada errado a não ser
o que chamam de certo

Nosso instinto ainda tem razão
quebre a regra pela exceção
e mude o seu destino agora

História

---

Mais raiva do que medo
8 - Mundo Real
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Mundo Real
Música e Letra: ---
Letra

Bem vindo ao mundo real!

Basta desse sonho de querer mudar o mundo
Satisfeito agora?

Prisão de nove a seis, chegou a sua vez
Satisfeito agora?

Vamos ensinar jovens seguidores
como passar pelo matadouro

Dinheiro é tão bom, mantem os pés no chão
Satisfeito agora?

Mas sem os nossos sonhos jovens envelhecerão
Satisfeito agora?

Governos cairão, com força de vontade
Raiva tem sua hora, use-a agora!
Antes que seja tarde!

À vozes estão te chamando
não perca tempo escutando
só um idiota se entrega

Cuidado que estão na mira
os melhores anos da sua vida
e estão prestes a acabar

Mas você entrou no esquemão
Satisfeito agora?

De empregado vira patrão
Satisfeito agora?

O inocente cresce com as mãos limpas
e perde num instante todos os seus princípios

Bem vindo ao mundo real!

O que acontecer, depende de você
Há! Só de você...

Satisfeito agora?

História

texto

Mais raiva do que medo
7 - Aurora
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Aurora
Música e Letra: ---
Letra

Castelos surgem e castelos caem
crianças entram, mas o homem ó sai
quando a promessas não fizerem mais...

... algum sentido
eu tenho cinco pra saber
quando encontro a chance de dizer
adeus à inocência, na forma de você

A chance
vontade
o instante
em que você mostra a outra face

Tudo tem sua hora e te chamaremos de aurora
no instante, em que você mostra a outra face

Castelos surgem e castelos caem
crianças entram, e quando o homem ó sai
chamam de aurora, eu chamo de você

Mas antes que o sol nasça
diga adeus mas sem olhar pra trás
adeus crianças, nunca mais

História

---

Mais raiva do que medo
6 - Mais Tempo que Dinheiro
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Mais Tempo que Dinheiro
Música e Letra: ---
Letra

Tenho mais tempo que dinheiro
tenho mais fé que desespero
mais instinto que diploma
mais noção de tudo em volta

Vivo de bico, não de emprego
sinto mais raiva do que medo
mais vontade do que chance
me provando a cada instante

Tenho bem menos que mereço
ainda pago pelos erros
de uma outra geração
que não vale o preço

Tenho mais tempo que dinheiro
mais instinto e fé

História

---

Mais raiva do que medo
5 - Quando a Música Terminar
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Quando a Música Terminar
Música e Letra: ---
Letra

Quando a música terminar, eu quero ver
quem vai, quem fica, como será sem você
Se perdermos essa chance
o que é que sobra?

Quando a música terminar
na hora eu quero ver
quem cata os cacos, eu ou você?

Pergunto mas você nem olha
Me dê essa hora
Como se fosse
a última vez

Quando a música terminar, na hora eu quero ver
quem vai, quem fica, o que sobrará sem você

Pergunto mas você nem olha
Me dê essa hora
Como se fosse
a última vez

E quando a música terminar apage a luz
e me deixe só
Me deixe só...

História

---

Mais raiva do que medo
4 - Se Lembra
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Se Lembra
Música e Letra: ---
Letra

Se lembra da primeira vez?
Se lembra da pressa de crescer?
Se lembra promessas que você fez?
Se lembra das chances que deixou passar?

Se lembra dizendo: "agora eu sei"?
Se lembra errando outra vez?
Se lembra tendo que dizer adeus?
Se lembra momentos que não vão voltar?

Já nem sei se estou contigo
Já nem sei para onde a gente vai
Já nem seu o que faz sentido
Você ainda lembra como era?

Os domingos de manhã?
Se lembra o medo de pegar na mão?
Se lembra da raiva e da solidão?
Se lembra quando foi a última vez?

Se lembra dos amigos que perdeu?
Se lembra dos sonhos que vendeu?
Se lembra quando era só você e eu?
São momentos que não vão voltar

Já nem sei se estou contigo
Já nem sei para onde a gente vai
Já nem seu o que faz sentido
Você ainda lembra como era?

Se lembra? Como era?
Se lembra? Como era?
Se lembra? Como era?
Se lembra?
Se lembra?
Se lembra?
Se lembra?

História

---

Mais raiva do que medo
3 - Este Ano
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Este Ano
Música: Philippe Seabra / Letra: Philippe Seabra e André X
Letra

Este ano, juramos sempre a união
e pensamos será diferente
eu me engano, ela esqueçe o que prometeu
e passa sem me dizer porquê

A dúvida dentro de você é medo
Este ano, como nos outros esperei
que fosse tudo diferente

Este ano, passa mês muda estação
mas sua cara eu já conheço
se esconde entre a fé e a decepção
eu te espero, mas desta vez sei porquê

Nem sempre a porta abrirá
as vezes a sorte falha
nem sempre é como a gente quer

Cada ano que passa me faço a mesma promessa

No ano que vem, desta vez eu sei
Será diferente

A dúvida dentro de você é medo
Este ano, como nos outros esperei
que fosse tudo diferente

História

---

Mais raiva do que medo
2 - Sem Deus, Sem Lei
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Sem Deus, Sem Lei
Música e Letra: ---
Letra

Sem Deus, sem lei
Só eu e você
Sem Deus, sem lei
Só eu e você...

Me diz
podemos conseguir
Sem Deus, sem lei

Vivo sem religião
Sem o dogma e a perseguição
Eu não preciso acreditar

Levanta o rosto vai
No que não creio eu já deixei pra trás
Essa é a minha lei, eu e você

(instrumental)

Você... me diz
podemos conseguir
Sem Deus, sem lei

Vivo sem religião
Sem o dogma e a perseguição
Eu não preciso acreditar

Levanta o rosto vai
No que não creio eu já deixei pra trás
Essa é a minha lei, eu e você

História

---

Mais raiva do que medo
11 - Pressão Social
sem_musica.mp3
4-mais_raiva_do_que_medo-1992.jpg
Pressão Social
Música e Letra: André X
Letra

Há uma espada sobre a minha cabeça
É uma pressão social
que não quer que eu me esqueça

Que eu tenho que trabalhar
que tenho que estudar
que tenho que ser alguém
que eu não posso ser ninguém

Há uma espada sobre a minha cabeça
É uma pressão social
que não quer que eu me esqueça

Que a minha vitória é a derrota de alguém
e o meu lucro é a perda de alguém

História

---